Leituras do Dia

domingo, 17 de dezembro de 2017

padrecavalieri@uol.com.br


Segunda-feira, dia 18 de Dezembro de 2017

Últimos dias feriais do Advento - 18 de dezembro
Expectação da Virgem Santa Maria

S. Flávio, presbítero, eremita, séc. VI, Santos Zózimo e Rufo, mártires, +107

Comentário do dia
São Beda: «Por-Lhe-ás o nome de Jesus»

Jer. 23,5-8.

«Dias virão — diz o Senhor— em que farei surgir para David um rebento justo. Será um verdadeiro rei e governará com sabedoria: há-de exercer no país o direito e a justiça.
Nos seus dias, Judá será salvo e Israel viverá em segurança. Este será o seu nome: 'O Senhor é a nossa justiça'».
Por isso, dias virão —oráculo do Senhor— em que já não se dirá: 'Vive o Senhor, que fez sair os filhos de Israel da terra do Egipto';
mas sim 'Vive o Senhor, que fez sair e regressar os descendentes da casa de Israel da região do norte e de todos os países em que os tinha dispersado, para poderem habitar na sua própria terra'».


Mateus 1,18-24.

O nascimento de Jesus deu-se do seguinte modo: Maria, sua Mãe, noiva de José, antes de terem vivido em comum, encontrara-se grávida por virtude do Espírito Santo.
Mas José, seu esposo, que era justo e não queria difamá-la, resolveu repudiá-la em segredo.
Tinha ele assim pensado, quando lhe apareceu num sonho o Anjo do Senhor, que lhe disse: «José, filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que nela se gerou é fruto do Espírito Santo.
Ela dará à luz um Filho, e tu pôr-Lhe-ás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados».
Tudo isto aconteceu para se cumprir o que o Senhor anunciara por meio do Profeta, que diz:
«A Virgem conceberá e dará à luz um Filho, que será chamado 'Emanuel', que quer dizer 'Deus connosco'».
Quando despertou do sono, José fez como o Anjo do Senhor lhe ordenara e recebeu sua esposa.



Tradução litúrgica da Bíblia



Comentário do dia:

São Beda, o Venerável (c. 673-735), monge beneditino, doutor da Igreja
Homilia 5

«Por-Lhe-ás o nome de Jesus»

Em hebraico, «Jesus» significa «salvação» ou «Salvador», um nome que designava para os profetas uma vocação muito determinada. Assim se compreendem estas palavras, cantadas com um grande desejo de O ver: «A minha alma exultará no Senhor, e rejubilará na sua salvação, a minha alma consuma-se pela tua salvação» (Sl 12,6; 34,9; 118,81). «Alegrar-me-ei no Senhor, exultarei em Deus meu Salvador» (Hab 3,18). E, acima de tudo, «Salva-me ó Deus, por teu nome» (Sl 54,3). É como se disséssemos: «Tu que Te chamas Salvador, manifesta a glória do teu nome salvando-me». Portanto, o nome do Filho que nasceu da Virgem Maria é Jesus, segundo a explicação do anjo: «Ele salvará o povo dos seus pecados». [...]

A palavra «Cristo», por sua vez, designa a dignidade sacerdotal ou real. Com efeito, os sacerdotes e os reis eram «crismados», ou seja, ungidos dos óleos santos; por isso, eram sinal daquele que, aparecendo no mundo como o verdadeiro rei, o grande pai, recebeu a unção do «óleo da alegria, preferindo-te aos teus companheiros» (Sl 44,8). É por causa desta unção que Ele é chamado Cristo, e que aqueles que tomam parte nesta mesma unção da graça espiritual são chamados cristãos. Que, pelo seu nome de Salvador, Ele Se digne salvar-nos dos nossos pecados! Que, pela sua unção de grande pai, Ele Se digne reconciliar-nos com Deus Pai. Que, pela sua unção de rei, nos dê o reino eterno de seu Pai.







Arquivo do blog

Quem sou eu

- Juventude Nova é um estilo de vida. Um novo jeito de ser. - Ser JN significa assumir e testemunhar uma vida nova, renovada por Jesus Cristo.